Care-Assistência-24hs Care Assistência 24hs

(31) 2519-0600

Dicas e novidades no

Blog da Care

Categorias: Aconteceu na Care

Como manter sua equipe de trabalho motivada?

O sentimento de motivação é o que está por trás de qualquer trabalho feito com atenção e dedicação. Colaboradores motivados são pessoas comprometidas com as suas próprias metas e com as metas da organização em que trabalham também. É por isso que a motivação é um componente tão importante em times que querem evoluir e alcançar resultados cada vez melhores. 

Se você quer que o seu negócio cresça, uma das suas preocupações pode ser como manter uma equipe de pessoas motivada constantemente. Isso nem sempre é fácil. Em momentos de crises, externas ou internas, pode ser que o bem-estar físico, mental e psicológico das pessoas fique comprometido, afetando a motivação de cada um para trabalhar. 

No entanto, existem algumas estratégias que CEOs e outros líderes podem adotar para manter bons níveis de motivação em suas equipes. Neste artigo, vamos falar sobre três delas. 

Estratégias de motivação para equipes corporativas

Escuta ativa: entenda e atenda às necessidades humanas

Você já ouviu falar das teorias das necessidades humanas universais? Quando pensamos no que uma pessoa precisa para viver, precisamos ir além das necessidades do corpo, como água, comida, exercício e descanso, e pensar também nas necessidades mentais e psicológicas.

Alguns teóricos da psicologia defendem que há uma série de necessidades comuns a todos os humanos. Para Abraham Maslow, por exemplo, elas são:

– fisiológicas (alimentação, repouso, etc);
– sociais (afeto, comunidade, confiança, suporte, etc);
– de segurança e autopreservação;
– de estima, reconhecimento e valor próprio;
– de autorrealização e autonomia para perseguir suas metas e sonhos. 

Para Marshall Rosenberg, o criador da comunicação não-violenta (CNV), existem também as necessidades de celebração, integridade, interdependência e comunhão espiritual.

Mas como essas necessidades se relacionam com a motivação? Para a psicologia, as pessoas se sentem mais ou menos motivadas se têm suas necessidades universais atendidas ou não. Por exemplo, se considerarmos as necessidades de nutrição física e de segurança, pode ser que um colaborador tenha a sua motivação reduzida quando não tem tempo o suficiente para fazer suas refeições ou quando tem um contrato de trabalho que não garante nenhum tipo de estabilidade. 

Por isso, para manter uma equipe motivada, o primeiro passo é compreender quais são essas necessidades humanas universais e quando elas estão sendo atendidas ou não. A escuta ativa é uma ferramenta fundamental para perceber quando seus colaboradores têm necessidades não atendidas. O modo de escuta ativa consiste em:

– estar completamente focado no que seu interlocutor está dizendo;
– fazer perguntas;
– não emitir julgamentos sobre as respostas;
– ter empatia;
– demonstrar interesse pelo que a pessoa tem a dizer. 

A escuta ativa também leva em consideração que as pessoas são diferentes. Em uma mesma organização, uma pessoa pode sentir que é reconhecida e apreciada pela equipe enquanto outra, não. Por isso, é importante se atentar para os diferentes perfis e necessidades de cada integrante da equipe em seu contexto. 

Gestão do processo de aprendizado

Essa próxima estratégia de motivação de equipes está bastante relacionada às necessidades humanas universais de sentir que contribuímos para uma equipe, de obter reconhecimento externo e satisfação interna também. 

Para saber quando um colaborador não está atingindo o nível ideal de produtividade e quando ele pode estar desmotivado, é importante ter um sistema de gestão interna, que possibilite o acompanhamento individual do desempenho de cada membro da equipe. 

Por meio do monitoramento feito no sistema, um gestor consegue identificar quais são os momentos em que cada membro do seu time merece um elogio ou precisa ser encorajado a melhorar. 

Se você já tem um sistema desse tipo, que tal ir além e pensar em formas de recompensar e premiar os colaboradores que têm desempenhos acima do esperado? Estudos neurológicos, como este aqui, feito na Universidade de Harvard, já comprovaram que sistemas de recompensas funcionam melhor para motivar a mente humana do que punições. 

Vale lembrar, também, que todo processo de evolução e melhoria de uma equipe ou de um só colaborador é um processo de aprendizado. Logo, inclui erros. Lideranças precisam ter em mente que um ambiente que condena qualquer tipo de erro é um ambiente sem chances de crescimento, e que quanto mais inovador você espera que seu time seja, maior a chance de que aconteçam erros nessas tentativas. 

Na hora de fazer a gestão desse processo de aprendizado, lembre-se de deixar claro até que ponto vai a tolerância da organização para determinados tipos de falhas. Assim, sua equipe saberá, exatamente, o que é esperado dela. Isso diminui as frustrações e os entendimentos incorretos da função de cada um dentro de um time. 

Planos de metas: como cada integrante do time pode contribuir para os objetivos do seu negócio?

Por fim, a terceira estratégia que sugerimos que você adote na sua empresa para manter a motivação da sua equipe é adotar planos de metas de curto, médio e longo prazo. Já explicamos a importância de deixar claro que tipo de erros são esperados que os colaboradores cometam ou não. No entanto, também faz diferença explicitar quais são os acertos esperados de cada um.

Pode ser que uma professora, por exemplo, meça o sucesso do seu trabalho de acordo com as dúvidas que os alunos têm na hora de fazer suas atividades. Se são muitas dúvidas, pode ser que ela não tenha ensinado o conteúdo da melhor maneira. É uma métrica válida, mas a direção da escola pode avaliar o desempenho da professora com base nas notas obtidas pelos alunos ao final do ano letivo. Essa também é uma forma de avaliação justa. A questão é que, quando as medidas e os objetivos são diferentes, líderes e colaboradores podem ter visões distintas do desempenho de cada pessoa na equipe.

Assim, CEOs e outros gestores precisam definir quais são os seus objetivos para cada um dos seus setores e colaboradores, dentro de prazos mais curtos e mais longos. 

– Em que ponto você espera que o seu negócio esteja dentro de seis meses, um ano, cinco anos?
O que cada time precisa fazer melhor para que a organização, como um todo, chegue lá?
– Como o desempenho de cada um em relação a essas metas será medido?
– Como e quando serão recompensados os times que atingirem a meta?

Responder todas essas perguntas, periodicamente, a si mesmo e aos seus colaboradores inspira transparência e confiança, e dá também um sentido para o trabalho de cada um. É mais fácil se sentir motivado a realizar uma tarefa quando você sente que está contribuindo para algo maior e que beneficiará outras pessoas também. 

Aqui, na Care, transparência e melhoria contínua são valores cruciais da nossa gestão. Se você está procurando por mais dicas de gestão para associações, acompanhe nossas redes sociais e leia outros artigos com dicas aqui!

Compartilhe:
×