Care-Assistência-24hs Care Assistência 24hs

(31) 2519-0600

Dicas e novidades no

Blog da Care

Dicas da Care Saúde para cuidar da saúde mental durante a pandemia

Medo, preocupação e estresse são respostas normais do corpo humano quando nos sentimos ameaçados e, às vezes, quando nos deparamos com incerteza ou desconhecido. Portanto, é normal e compreensível que as pessoas experimentem essas emoções no contexto da pandemia da Covid-19. 

Além do medo de contrair o vírus, estão acontecendo várias mudanças significativas em nossas rotinas diárias, já que a circulação de pessoas está restrita para conter e retardar a propagação do vírus. Diante do trabalho em casa, ou do desemprego temporário, do ensino à distância para as crianças, da falta de contato físico com outros membros da família, amigos e colegas, é importante cuidar da nossa saúde mental e física. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) deu o alerta e pediu que as instituições façam o que estiver ao seu alcance pela saúde mental e emocional das pessoas durante esse período difícil. Neste artigo, você confere as principais dicas da Care Saúde de cuidados que podem ser adotados no dia a dia para manter o equilíbrio emocional em tempos de crise. 

Mantenha-se informado, consumindo conteúdos de qualidade, mas nunca em excesso

É importante que você ouça os conselhos e recomendações das autoridades em saúde e acompanhe canais de notícias sólidos e confiáveis. Você também pode acompanhar as instituições de saúde da sua cidade, estado ou país nas redes sociais. Mas tenha cuidado com as notícias que te fazem sentir ansioso ou angustiado. 

Não é necessário acompanhar as notícias o dia todo. Reserve um ou dois momentos da sua rotina para checar as informações mais importantes e dedique o restante do tempo a atividades que façam você se sentir bem. 

Se o coronavírus te impede de seguir a sua rotina usual, crie novos hábitos

Tente acordar e dormir em horários semelhantes todos os dias, mantenha seus hábitos de higiene pessoal, faça suas refeições em horários regulares. Separe os momentos de trabalhar, descansar e fazer o que você gosta. Rotinas são importantes para manter o ânimo e o bom funcionamento do nosso organismo, mesmo quando passamos o dia em casa.

Não abra mão das relações sociais e continue em contato com pessoas próximas por telefone e mídias digitais

O ser humano é um ser social. É importante sentir que fazemos parte de uma comunidade! Respeite as recomendações de distanciamento e isolamento físico e demonstre afeto por meio dos canais de comunicação. Não tenha vergonha de pedir apoio das pessoas próximas também, se precisar. 

Evite consumir quaisquer tipos de álcool ou drogas

O uso de entorpecentes pode parecer um escape para as sensações de ansiedade, tédio ou medo. Essa é uma armadilha. Substâncias como álcool e outras drogas podem contribuir para o agravamento desses sentimentos a longo prazo. Além disso, pessoas sob efeito de drogas podem ter mais dificuldade para se lembrar de seguir as medidas preventivas do contágio do coronavírus, como lavar as mãos ou usar as máscaras corretamente. 

Equilibre o tempo passado on-line e off-line

Evite passar muito tempo na frente de uma tela todos os dias. Videogames e televisão podem ser uma boa forma de relaxar, mas tente não gastar mais tempo com eles do que o habitual. 

Quando estiver on-line, use suas contas de redes sociais para promover histórias positivas e informações verdadeiras. Corrija informações inverídicas quando se deparar com elas. Quando estiver off-line, faça atividades físicas, como alongamentos, ou aposte em hobbies relaxantes, como ouvir música, colorir, meditar. 

Tomando os devidos cuidados com o tempo de tela, a internet pode ser uma aliada na hora de desenvolver novos hábitos. Você pode utilizar aplicativos ou tutoriais em vídeo para aprender exercícios físicos diários simples para fazer em casa, ou para aprender a meditar. 

Movimente o corpo!

Atividades físicas fazem com que o corpo humano produza endorfina, um hormônio que ajuda no equilíbrio das emoções. Se antes do isolamento social você já praticava alguma atividade física, se adapte e continue. Caso não tenha o hábito, pode ser um bom momento para começar. 

Vale fazer uma caminada no quintal, na garagem, pular corda, subir escadas, correr na esteira, fazer alongamentos e exercícios aeróbicos. Uma opção interessante pode ser acompanhar aulas on-line de academias e profissionais de educação física.

Além de ocupar seu tempo e distrair a mente, a atividade física pode representar um desafio ou uma superação. Quando praticada com frequência, pode trazer a sensação de conquista e melhorar o humor, a autoconfiança e a autoestima.

Ofereça apoio e seja gentil

Verifique se há pessoas da sua comunidade que precisam de ajuda, como para comprar alimentos ou medicamentos, por exemplo. Apoie os profissionais de saúde com os quais você convive. Não deixe que o medo contamine a sua forma de se expressar e não discrimine as pessoas que você acha que podem ter coronavírus.

Se você tem filhos, ajude-os a seguir todas essas dicas também. Mantenha as rotinas familiares ao máximo possível, ou crie rotinas novas. Converse com as crianças sobre o coronavírus de maneira honesta, utilizando linguagem adequada à idade. Incentive atividades off-line e brincadeiras criativas. 

>> Care Saúde: democratizando o acesso à saúde no Brasil. Saiba mais aqui!

Compartilhe:
×