Care-Assistência-24hs Care Assistência 24hs

(31) 2519-0600

Dicas e novidades no

Blog da Care

Categorias: Assistência 24h

Emergência! Veja como agir em caso de acidente na estrada

Colocar o pé na estrada dirigindo é prazeroso, mas exige cuidados. Você sabe como agir em caso de acidentes ou panes na estrada? Falha elétrica, perigos na via ou problema no motor são alguns dos acontecimentos que podem estragar o roteiro de uma viagem.

Diante de uma situação de emergência, é preciso adotar as medidas corretas para evitar uma situação ainda mais grave. Segundo o Conselho Federal de Medicina, os acidentes de trânsito são a segunda maior causa de mortes no país

Para te ajudar a entender como se portar em situações de risco, a Care traz uma série de dicas de segurança. Confira!

Pane na estrada

Em caso situações que gerem impacto aos outros usuários da via, como falta de combustível, pneus furados ou defeitos mecânicos, é ideal ligar o pisca-alerta e tentar se dirigir ao acostamento, se possível. Se estiver perto de um posto de gasolina ou algum outro tipo de estabelecimento busque ajuda.

Caso esses recursos não sejam possíveis e o seu carro parar, de repente, no meio da estrada, ligue o pisca-alerta imediatamente e sinalize o ambiente. O triângulo deve ser posicionado, no mínimo, a 30 metros da traseira, mas se a velocidade na pista for de 100 km/h, coloque a 100 metros de distância (1 metro por km/h). 

Também veja se é possível empurrar o carro para fora da faixa de rolamento e busque ajuda da sua assistência veicular ou profissionais capacitados nas redondezas. É importante que ninguém fique dentro do veículo. O ideal é aguardar numa área segura, ao lado da rodovia.

Falha nos freios

No caso de falha nos freios, o primeiro passo é tentar ficar calmo para ter controle da situação. Puxe o freio de mão imediatamente e bombeie o pedal do freio para que a pressão possa ser restabelecida. 

Evite desligar o motor subitamente. Reduza a velocidade aos poucos, trocando para uma marcha mais lenta até que consiga controlar o carro. Caso nada disso seja possível, para evitar uma colisão, confirme se está em um ambiente seguro e jogue o veículo para uma rampa ou meio fio.

Neblina

A neblina, além de incômoda, diminui a visibilidade e é um perigo para os motoristas.  Nessa situação, o mais adequado é manter a calma e não tentar usar o farol alto para melhorar a visão. 

O ideal é manter os faróis baixos e usar o de neblina, que ilumina para os lados. Tente observar se consegue ver sinais de algum veículo à sua frente para te ajudar a se guiar no caminho, evitando colisões.

Acidente com vítima ou terceiros

Se estiver trafegando e se deparar com um acidente na estrada, mesmo que não envolva o seu veículo, preste socorro. Acione a polícia e, se houver vítimas, chame o Corpo de Bombeiros. 

Em caso de feridos, faça uma breve análise da situação e solicite um resgate para a quantidade certa de vítimas pelo telefone da Polícia Rodoviária ou ambulância. Em seguida, sinalize o local com o triângulo, 90 metros antes do acidente, para alertar os motoristas da situação.

Se você se sentir confortável, tente tranquilizar os feridos. No entanto, apenas profissionais capacitados podem prestar socorro, principalmente quando a vítima está presa às ferragens. O veículo e as vítimas devem ser mantidos no local até a chegada do resgate. 

Vale lembrar que é dever do motorista causador do acidente prestar socorro às vítimas. Deixar de fazê-lo é crime previsto no Código Penal Brasileiro, sujeito a detenção de seis meses a um ano. 

Como agir em acidentes ou panes sem vítima

Em acidentes sem vítimas, o motorista tem uma autonomia maior para lidar com a situação, uma vez que não é necessário a presença de autoridades de trânsito. 

Se a via estiver obstruída, o primeiro passo é tentar remover o veículo do local. Condutores que não adotarem essa medida podem levar uma multa média, no valor de R $130,16 e quatro pontos na CNH.

Em seguida, recolha as informações dos envolvidos (condutores e veículos), além da hora e local do acidente para fazer o Boletim de Acidente de Trânsito (BAT) e dar andamento aos processos de seguro ou conserto.

Emergência na estrada: para quem ligar?

Ter à mão os telefones de emergências é uma medida que ajuda em situações de desespero, principalmente se você tem uma rotina de viagens de carro. 

Bombeiro, polícia e Samu.. cada um é responsável por um tipo de atendimento. Confira, abaixo, o número e a responsabilidade desses órgãos. Salve no seu celular ou em uma agenda e deixe no seu carro.

190 – Polícia Militar: para casos de furto, roubo, violência, acidentes com vítimas em estradas estaduais, invasão de domicílio, entre outros.

191 – Polícia Rodoviária Federal: para o atendimento em caso de ocorrências nas rodovias federais como, por exemplo, acidentes, crimes e irregularidades.

192 – Samu: para prestação de socorro em situações de emergências de saúde, como problemas cardiorrespiratórios, queimaduras graves, afogamentos e entre outros.

193 – Bombeiros: auxiliam em casos de incêndio, vazamento de gases ou produtos químicos e acidentes com vítimas nas estradas, com ou sem risco de explosão.

Fique atento e não se esqueça dos cuidados na hora de pegar o volante! 

Se precisar de uma assistência 24h para ajudar seus clientes nesses momentos inesperados, conte com a Care!

Temos cobertura em todo o território nacional, central de atendimento exclusiva e diversos serviços extras.

Compartilhe:
×