Care-Assistência-24hs Care Assistência 24hs

(31) 2519-0600

Dicas e novidades no

Blog da Care

Categorias: Fique por dentro

Primeiros passos para criar uma associação de proteção veicular

Se você tem acompanhado o mercado de segurança de veículos, já sabe que as associações de proteção veicular são uma tendência consolidada nos últimos anos. Para quem está interessado em entrar nesse mercado e criar uma associação, reunimos aqui as principais dicas para tirar esse projeto do papel.

Quem pretende estar à frente de uma associação precisa ter em mente as diferenças entre essa natureza jurídica e uma empresa de sociedade simples. Vamos começar entendendo como esse modelo funciona!

Entenda o que é uma associação de proteção veicular

O serviço de proteção veicular é uma atividade legal e assegurada pela legislação brasileira. Ele pode ser praticado por uma associação (ou cooperativa) automotiva. 

Uma associação de proteção veicular é uma sociedade civil de direito privado sem fins lucrativos. Isso quer dizer que ela opera sem visar o lucro, por meio da união de pessoas com o objetivo comum de proteger seus veículos contra possíveis danos, como acidentes, incêndios, colisões, furtos ou roubos, etc.

É por isso que o custo de se juntar a uma associação costuma ser menor que o de uma seguradora. Nesse sistema, os gastos mensais com sinistros são repartidos entre os associados. 

Assim, abrir uma associação é um pouco diferente de abrir uma empresa. A natureza jurídica das associações é Associação Privada, definida pelo código 399-9 da Comissão Nacional de Classificação (Concla). 

No momento inicial, vale procurar a consultoria ou o acompanhamento de um advogado especializado nessa área. Esse profissional vai garantir que a sua associação cumpra todos os requisitos legais e não extrapole as atividades permitidas desse tipo de organização. É ele quem vai orientar a criação do estatuto da associação e como os diretores devem proceder e se portar também.  

Como abrir uma associação de proteção veicular em 8 passos

Vale lembrar que associação que você vai dirigir precisará ter força para se lançar no mercado e estrutura financeira e jurídica para prestar serviços e lidar com possíveis fraudes. Assim, a natureza jurídica de uma associação se diferencia de uma empresa, mas a exigência empreendedora é a mesma. Sua associação precisa se viabilizar por meio de um bom plano de negócios. 

De acordo com o Sebrae, a criação de qualquer associação precisa passar por quatro etapas básicas. No entanto, esse processo pode algumas ter particularidades conforme o mercado, a área de atuação e as necessidades de cada grupo. Por isso, acrescentamos mais quatro passos para adequar essa lista ao mercado da segurança veicular e garantir que você monte um bom plano de negócios no processo! Confira:

Sensibilização

Nesta primeira etapa, a ideia é reunir pessoas interessadas em constituir a associação. Você pode organizar uma palestra de sensibilização, por exemplo, ou uma série de encontros para discutir o projeto com outros interessados em fazer parte da associação e proteger seus veículos por valores mais conta. 

Constituição

A segunda etapa é a realização de uma assembleia que inaugura a associação. Nesse momento, sempre com a orientação de um advogado, é definido um estatuto social e são eleitos os membros da diretoria da associação.
Neste estatuto, lembre-se de pensar nas questões financeiras e comerciais: quais serão os valores das suas taxas administrativas? Você terá cotas de cobertura que variam de acordo com o veículo? Como você deixará isso claro nos termos? Esta também é uma boa hora de definir uma sede física para operar, que será exigida no passo seguinte. 

Registro

Depois de definir o estatuto, é hora de formalizar a associação junto à Receita Federal, ou seja, fazer o registro do Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica (CNPJ). Para isso, você precisa ter uma sede e estrutura mínima para operar já estabelecidas, e dos seguintes documentos:

  • ata de Fundação;
  • duas vias do Estatuto;
  • relação dos associados fundadores e dos membros da diretoria;
  • ofício encaminhado ao cartório.

Identidade visual

Qualquer empresa ou associação precisa ser facilmente reconhecida no mundo dos negócios para atrair novos clientes ou associados. Assim, é necessário ter uma boa identidade visual, uma marca e um posicionamento de mercado definidos. você pode procurar um serviço de marketing terceirizado para cuidar dessa parte do projeto para você e dar andamento à divulgação da associação na mídia. 

Neste momento, vale pensar também em quais serão as suas estratégias para conquistar novos associados. Você terá um time de vendedores? Como será a organização desse time? 

Operação

Pronto! Agora é hora de adquirir toda a estrutura necessária restante, contratar funcionários e dar início às atividades da associação propriamente ditas. Esse é o momento de definir o básico da gestão da associação: como ela se organizará? Haverá departamentos financeiros e administrativos definidos? E na prestação de serviços, como serão os procedimentos para averiguar declarações de roubos e furtos? Será exigido um boletim de ocorrência policial, ou outros documentos?

Organização digital

Que tal investir em softwares que auxiliem na prestação de serviços e na organização da sua associação? Vários processos, como a própria assistência veicular, o controle de associados e de finanças podem ser facilitados por ferramentas digitais. Isso significa menos desgaste e menos perda do tempo da diretoria da associação ao longo da sua atuação no mercado. 

Presença digital

Você já conversou com outras pessoas interessadas em fazer parte da associação no início do processo, mas quanto mais integrantes para dividir os custos, melhor, certo? São muitos os potenciais associados que você não conhece ainda, mas que podem ser contatados por meios digitais (WhatsApp, e-mail marketing…). Eles também podem chegar até a sua associação se ela tiver uma boa presença digital, ou seja, um bom website e redes sociais. 

Parcerias

Quais serão os prestadores de serviços da sua associação? Já pensou em fechar parcerias ou contratar uma empresa terceirizada de assistência 24h? Descubra como saber se uma assistência 24h tem a estrutura necessária para atender o seu negócio aqui. 

Agora que você já sabe como criar uma associação de proteção veicular, entenda como a sua associação pode se destacar no mercado. Mas lembre-se que, antes de buscar diferenciais, uma boa associação precisa garantir proteção e assistência veicular de qualidade para seus clientes. A Care já atende mais de 500 mil placas em todo o Brasil e tem tudo para deixar você tranquilo. Confira nossos serviços e modelos de comercialização agora mesmo! 

Compartilhe:
×